Maria Teresa Horta

Maria Teresa Horta (1)

De que forma “vive” e escreve poesia e prosa?

Com um intenso prazer que o corpo compartilha. Eu sou a minha poesia, ela inventa-me à medida que eu a crio, a vivo e me vivo através dela. Para mim, escrever é voo e sobressalto, incêndio e desmesura. Mas não menos busca e rigor, trabalho de linguagem, no desejo de ir mais longe na busca da correnteza do texto, do cerne do imaginário.

Advertisements