O erro repetido: o que falta perceber?

A imagem é eloquente. O plano já estava traçado em 2014. A evidência é gritante e não a ver é, no mínimo, cego da nossa parte. O caso da ascensão de Matteo Salvini é verdadeiramente sinistro e inquietante. O seu desempenho como ministro do Interior, prometendo fechar os portos italianos aos imigrantes, tem o acordo de 64% dos italianos, que estão “muito ou bastante de … Continue reading O erro repetido: o que falta perceber?

Rate this:

Da técnica ao vazio da indiferença

O sonho do homem é a técnica, foi sempre a técnica, enquanto reflexo do domínio da natureza. Era nele que Nietzsche via esse «animal inacabado», que se completava pela racionalidade e pelo consequente domínio científico e da técnica. Hoje, que lugar ocupa ela na nossa sociedade e na nossa cultura? Terá contribuído para essa ideia de progresso, tão perseguida ao longo da história? Continue reading Da técnica ao vazio da indiferença

Rate this:

Lula: a esperança viva dos que sonham a revolução

Dois dias seguindo o vertiginoso desenrolar dos acontecimentos, desde a negação do Habeas Corpus a Lula, julgado num processo sem provas pela posse do APT, tiram as ilusões a qualquer um que esteja minimamente atento e conheça algo do Brasil e da sua política nos últimos anos, desde o governo Lula e Dilma. Continue reading Lula: a esperança viva dos que sonham a revolução

Rate this:

Mais um passo para a ditadura: a execução de Marielle Franco

O dia 14 de Março de 2018, em que Marielle Franco foi executada no seu carro juntamente com o seu motorista, é um dia de vergonha para os seus algozes, por detrás de quem se escondem grandes interesses políticos, um dia de tristeza profunda para aqueles que viam na bela guerreira uma esperança para milhões de brasileiros sem voz nem existência, sujeitos à violência policial diária, sem que isso corresponda minimamente a uma resolução do problema da criminalidade do Brasil. A morte de Marielle é uma facada funda no coração da democracia, mais uma, que vem mostrar o verdadeiro rosto de quem governa hoje o Brasil, o qual caminha a largos passos para uma ditadura, perante a indiferença do mundo, não obstante a sua evidência. Continue reading Mais um passo para a ditadura: a execução de Marielle Franco

Rate this:

O Affair Passos Coelho, ainda

Apetecia-me começar este texto com as obrigações implícitas no estatuto da carreira docente e as alterações trazidas pelo acordo que Bolonha trouxe às universidades portuguesas. É habitual ouvirmos os professores (não apenas os universitários) queixarem-se por causa do acréscimo de trabalho trazido pelas necessidades prementes da avaliação, que não se faziam sentir antes, de forma tão dura. Investigadores e professores sujeitam-se a uma avaliação constante, … Continue reading O Affair Passos Coelho, ainda

Rate this:

Que os cravos nos sejam eternos

Para o meu pai (In Memoriam) Eu deveria andar por esta idade, há 43 anos, quando se deu a revolução dos cravos. Não vivia em Portugal, nessa altura, mas sim em Angola. Pertenci ao rol dos que regressaram após o 25 de Abril, aquando da independência e da libertação das colónias, com o final daquela que foi (e ainda é) a maior ferida da nossa … Continue reading Que os cravos nos sejam eternos

Rate this:

Não fosse a ponta do iceberg não seria grave

A propósito de uma crónica de Patrícia Reis no Blog Delito de Opinião, em que a escritora manifestava a sua indignação pelo facto de não ter sido escolhida uma única mulher, na lista dos cronistas de vários órgãos de comunicação, para falar de 2017, vieram à liça alguns despiques. Parece que não só achavam o facto normal (pois não existem mulheres de destaque em Portugal e dignas … Continue reading Não fosse a ponta do iceberg não seria grave

Rate this:

Do pó

Para o meu pai Talvez seja só isto. Uma mão que anoitece os dias e que impede a luz de permanecer. Não teremos senão o chão que pisamos, o amor que nos é concedido, o quinhão permitido. E lembro-me, recordo-me sempre dos momentos que antecediam a noite e tu chegavas, mas antes de ti chegava a alegria. O riso malandro, o sarcasmo com que a … Continue reading Do pó

Rate this: