Festival Literário Luso-Afro-Brasileiro

O Festival Literário Luso-afro-brasileiro — Festlab vai reunir escritores, jornalistas, críticos literários e educadores, pelo segundo ano consecutivo, em Luanda, capital angolana. Do Portugal participa Maria João Cantinho, poeta, crítica e ensaísta, e, do lado brasileiro, participam Josélia Aguiar, Felipe Fortuna, Marta Morais da Costa, Flávia Amparo e Mirna Queiroz.

Rate this:

Read More…
Advertisements

«Do Ínfimo» no Brasil

Do Ínfimo está prestes a sair no Brasil, pela editora Penalux, de Wilson Gorj e Tonho França. É uma alegria ver chegar o meu primeiro livro de poesia ao Brasil. Agradeço também às minhas editoras portuguesas Gisela Ramos Rosa e Natacha Serrão, pelo convite que me fizeram para integrar a colecção Clepsydra, da editora Coisas de Ler. Por último, ao Prémio Glória de Sant’Anna, que me foi atribuído por esta obra, nas pessoas de Inez Andrade Paes, Andrea Paes e Ricardo Paes (filhos da poeta).

Rate this:

Read More…

Colecção Trás-os Mares

A presença de autores portugueses no Brasil está para breve. Renato Rezende, editor da Circuito, irá lançar 5 autores portugueses de grande qualidade no Brasil: Hélia Correia (Adoecer), Maria da Conceição Caleiro (Até para o Ano em Jerusalém), Jaime Rocha (Loucura Branca), António Cabrita (Éter) e Rui Nunes (Nocturno Europeu).

Rate this:

Read More…

Camões e Baco nas redes sociais

Texto de Helder Macedo publicado na Revista Caliban Fui informado de que a professora brasileira Luiza Nóbrega me atacou, em termos desabridos, nas redes sociais, acusando-me de ter plagiado as suas ideias sobre a significação de Baco n’Os Lusíadas. O ataque teria derivado da minha conferência intitulada “Portugal, filho de Baco”, proferida no recente lançamento […]

Rate this:

Read More…

“A Terceira Miséria” de Hélia Correia

Apesar de ser mais conhecida como romancista e dramaturga de destaque no actual panorama da literatura portuguesa, tendo conquistado vários prémios literários ao longo da sua obra, Hélia Correia estreou-se na literatura com a poesia. Publicou O Separar das Águas, em 1981, O Número dos Vivos em 1982 e A Pequena Morte/Esse Eterno Canto, em […]

Rate this:

Read More…

Número 2 da revista “Café com letras”

Já está nas livrarias o número 2 da revista Café com letras. Leia a entrevista da escritora, filósofa e activista Marcia Tiburi com Manoel Gustavo de Souza, onde nos fala dos actuais problemas do Brasil e da sua obra “Como conversar com um Fascista”, publicada agora pela editora Nota de Rodapé e a ser traduzida na […]

Rate this:

Read More…

Vamos dar cabo da Literatura

Mário de Carvalho é um dos autores mais conceituados da literatura portuguesa contemporânea. Com uma obra vasta e versátil, é contista, dramaturgo, romancista, cronista e ensaísta. Provocante, irónico, tem todas as qualidades necessarias para “dar cabo da literatura” e pôr-nos a pensar nela. Escritor que viveu na pele a ditadura de Salazar, perseguido e exilado, […]

Rate this:

Read More…