Da técnica ao vazio da indiferença

O sonho do homem é a técnica, foi sempre a técnica, enquanto reflexo do domínio da natureza. Era nele que Nietzsche via esse «animal inacabado», que se completava pela racionalidade e pelo consequente domínio científico e da técnica. Hoje, que lugar ocupa ela na nossa sociedade e na nossa cultura? Terá contribuído para essa ideia de progresso, tão perseguida ao longo da história?

Rate this:

Read More…